Cartoon-sobre-o-Ruim

Site do Ruim

(não é bem dele, porque
outras pessoas é que o fizeram!)

Da primeira vez que tive contacto com o sarcasmo fiquei extremamente confuso. Como é que é possível alguém estar a dizer alguma coisa, mas não estar realmente a dizer aquela coisa que está a dizer? E porque razão o faz? É maluco? Eu tinha desculpa em pensar assim porque tinha dez anos.

Na pior das hipóteses

Nunca tinha visto tanta revolta e controvérsia pela alteração de um escalão de IVA. Realmente, as pessoas têm mesmo um grande amor ao código fiscal neste país e é de estranhar porque é que ainda se preenche a declaração de IRS como se fosse um Totobola. Estou muito surpreendido com esta questão do IVA das touradas, especialmente porque o meu dealer não paga impostos, daí ter assumido que actividades moralmente reprováveis estavam isentas de tributação.

Não conheço nenhuma mulher que queira apanhar o namorado em pleno acto de auto-satisfação. Aliás, nem ele quer ver-se a ele mesmo reflectido nalgum espelho da casa como se fosse um vampiro depravado.

Mas...

Muito bom homem quer apanhar a companheira na mesma situação. Há qualquer coisa de especial nesse momento. Não sei se é a cena de "ahhhh, com que então... tu também... ah, pois é..." ou se vimos demasiado porno e temos alguma fantasia irreal na pinha, mas a coisa vive na nossa imaginação.

Eu já tentei apanhar a minha namorada nessa situação. Ouvi um "vou-me deitar..." que me pareceu estranho e dei-lhe uns minutos. Pensei "isto pareceu-me suspeito. Deitar? No quarto? A mim não me engana..." e fui em direção à porta do quarto em modo Elmer Fudd a pensar "Be vewy vewy quiet!". Encostei o ouvido à porta e não ouvi nada. "Ahhh, a fingir que está a dormir esta badalhoca!!", abri a porta e disse...

"AHA! APANHADA... a... ler um livro!"
"Tu estás parvo? O que é que se passa?"

Óbvio que não lhe expliquei o que me ia na cabeça ou ainda me chamava de idiota. Prefiro que ela leia isto enquanto eu estou no sofá a ver uma série.

1988, algures numa sala de aula em Portugal

- Tirem os livros de Língua Portuguesa da mala. Hoje vamos aprender mais uma palavra nova. Repitam todos comigo: RO-TUN-DA.
*Turma* - RO-TUN-DA!
*Idiota* RE-TUN-DA!
- Quem é que disse "RE-TUN-DA"?
- Fui eu, stêra.
- Outra vez, Pedro?
- Já disse que e meu neme é Pedre e tenhe uma deença rara.
- Deixa-te de fitas. Tu não tens nenhuma doença. És só um idiota.
- A STÊRA ESTÁ A CHAMAR IDIETA A QUEM? ISTE É UMA DEENÇA.
- Não existe tal coisa como Síndrome de Não Acreditar na Letra O.
- Clare que existe.
- Ai sim? Qual é a letra em que não acreditas?
- Letra E.
- Estás a ver, Pedro?
- E MEU NEME É PEDRE, FEDA-SE!
- RUA. LÁ PARA FORA.
- LÁ PARA FERA? A STÊRA VAI VER. UM DIA VEU CRIAR UM GRUPE NE FACEBEEK - QUANDE E INVENTAREM, CLARE - ENDE TEDES FALAM IGUAL A MIM.

E foi assim que nasceram os grupos de operações stop. Ou grupe de eperaçes step, segundo o Pedre.

O que diz a Rádio Comercial sobre o meu nome naquelas fotos "hoje é o dia de clicarem todos nisto e marcarem pessoas para ganharmos seguidores":

"Rui vem do germânico e significa “rei”. É determinado e responsável. O Rui transmite confiança e alegria. Adora falar e estar com pessoas. Não gosta de estar sozinho em casa... adora ter a casa cheia de amigos e é-lhes muito dedicado. Gosta de ovos mexidos ao pequeno-almoço."

Deixem-me contar uma pequena história para vos inspirar...

Há coisa de mais ou menos um mês mudei a minha alimentação. Nada de mais, apenas pequenas alterações. Abandonei o açúcar, fritos e - praticamente - todos os hidratos. Não custa assim tanto, basta usar um pouco a imaginação para manter a sanidade alimentar. Continuo a comer bastante carne e peixe (grelhados na sua maioria) mas acompanho sempre com salada ou legumes (frescos, cozidos, assados, salteados, etc). Ao início é estranho deixares as guarnições tradicionais, mas depois a coisa até ganha alguma piada. Descobri que gostava de beringela. Não sabia. É fixe. Comecei a sentir-me realmente melhor e, inclusive, notei uma ligeira perda de peso.

T-shirts

t shirts do ruim

T-shirts do Ruim na loja online do Cão Azul.

COMPRAR T-SHIRTS

O Livro do Ruim

livro do ruim

A compilação dos melhores textos da página e com prefácio do não tão conhecido Quimera.

COMPRAR O LIVRO

Quem?

ruim o rui conceicao

O auto-proclamado autor, guionista, blogger e comediante.