Agora já todos gostam!", dizem uns. "De repente são todos fãs do festival da canção!", dizem outros. "A minha ex é uma grandessíssima vaca", digo eu e a equipa do Amora F.C. Todos têm de apontar o dedo porque gostam ou porque não gostam, são donos e senhores dos gostos, preferências, festejos e repulsa uns dos outros. Tudo bem, estamos na internet, nada de novo. Mas querem saber porque é que eu apoio o Sassá? Ou outra coisa qualquer que saia daqui deste belo canto à beira-mar plantado? Bacalhau à Brás!

Eu explico.

 Vocês sabem o que é curling? Não é uma merda que as gajas fazem ao cabelo por 90 euros e ele fica igual, é uma espécie de desporto parecido com o jogo da malha. Um gajo lança uma espécie de calhau com uma pega enquanto outros dois esfregam vigorosamente o piso à frente para esse mesmo calhau ficar bem posicionado num alvo gigante e tirar outros calhaus do caminho. Ya, eu sei. Também já pensei em inscrever-me nisto, mas não tenho tempo. O que importa perceber é isto: ESTAMOS TODOS A CAGAR-NOS PARA O CURLING! Mas se amanhã aparecesse uma equipa portuguesa de curling que se qualificasse para uma prova oficial e com a possibilidade em ganhar alguma coisa, eu agarrava em dois amigos meus e mandava o ferro de engomar pela sala enquanto eles passavam a esfregona aos gritos "VIVA PORTUGAL, C#RALHO!". Isto pode ser um nacionalismo algo bacoco, mas acho que é mais engraçado do que pedir a expulsão dos indianos do Martim Moniz. Lembram-se da selecção nacional de rugby há uns anos? F#da-se, todos eram adeptos de rugby! Até eu pegava em melões no Pingo Doce das Paivas e começava a correr pelos corredores com o Jaílson (a bófia só embirrava com ele por ser preto!). Quando é que se volta a falar de rugby neste país? Quando a Carolina Patrocínio aparece numa revista. Nós somos um bocadinho de modas, é verdade.

"E o bacalhau à Brás, Ruim?" - perguntam vocês.

Calma, já lá vamos. Excluindo os nossos heróis de sempre, quando temos um anti-herói ou uma equipa deles de quinas ao peito a brilhar onde normalmente levamos na peida, O POVO EXALTA-SE! Porquê? Porque somos milhões a levar na peida todos os dias de várias formas e quando temos uma chance de dar na peida aos outros, nós aproveitamos! Eu estou-me a cagar para a Eurovisão e para o festival da canção. MAS ESTÁ LÁ UM GAJO DOS NOSSOS! Está lá um gajo que sempre levou na peida, tal como eu, como tu e como a minha ex levou do Amora F.C. Havia uma pequena chance ontem de, finalmente, sairmos da posição de quatro e darmos na peida de alguém que nem gente grande! E demos!

Apoiar algo por moda ou falar mal na mesma medida, é tão português como o bacalhau à Brás! Eu disse que isto ia acabar assim, não disse?

Força, Sassá!

T-shirts

t shirts do ruim

T-shirts do Ruim na loja online do Cão Azul.

COMPRAR T-SHIRTS

O Livro do Ruim

livro do ruim

A compilação dos melhores textos da página e com prefácio do não tão conhecido Quimera.

COMPRAR O LIVRO

Quem?

ruim o rui conceicao

O auto-proclamado autor, guionista, blogger e comediante.