Por essa razão, e antes que "Bom Ano" apareça aqui como "veqiivnbivenqfe 2017" ou o clássico dos bêbedos "bom an", queria deixar a mensagem típica que todo o idiota com teclado e acesso à internet deixa nestas alturas:

Foi um ano de merda para muita gente. Para mim não. Até vou mais longe: este foi o melhor ano da minha vida e não estou a brincar. Tanto a nível pessoal como profissional, vi portas a abrir que nunca julguei que abrissem. Uma delas foi do armazém de inúteis da minha empresa que estava numa sala escondida (encontrei lá o Tinoco). Mas tirando isso, só tenho de agradecer a todas as pessoas que me concederam o privilégio de trabalhar com elas, seja em projectos como Ruim ou como Carlos se o meu nome fosse Carlos. Eu não me chamo Carlos, chamo-me Rui. Não faço ideia de quem é o Carlos nem porque de repente ele é o centro das atenções nesta página.

Carlos, se me estás a ouvir, fode-te. Adiante: para o ano vou tentar aventurar-me em outras andanças, com algumas coisas mais ou menos alinhadas e outras por alinhar (tal como a direcção do meu carro), mas tudo a seu tempo sem nunca dar um passo maior que a perna. Esta era a parte que eu diria para acreditarem em vocês mesmos e que todos os vossos sonhos são possíveis: depende. De vocês e dos vossos sonhos, ok? Se o vosso sonho é aprender a andar a cavalo e vivem em Vila Franca de Xira, é perfeitamente fazível. Se querem ser astronautas e vivem em Arruda-dos-Vinhos é mais complicado. Mas uma coisa eu sei e é por experiência própria: se te dedicares de coração e alma a uma paixão sem ter o dinheiro como objectivo mas sim como uma consequência, vais ter resultados. Se o que te move, te inspira e alimenta a sede de fazer e criar é a mais pura paixão, vais ter resultados. Tudo o que isto me trouxe (e foi bastante) foi a consequência dessa paixão e não o objectivo inicial. Se achas que és bom, desiste logo. Tu não és bom. Tu nunca serás bom nisso. E é por eu achar todos os dias que não sou bom no que me dedico de paixão, que tento sempre melhorar e ultrapassar-me a mim mesmo em tudo o que faço. Eu sou o meu melhor e pior adversário, não o gajo do lado. Se olhares para o lado ou para trás, nunca irás seguir em frente (embrulha Gustavo Santos!).

Por isso, os meus votos para 2017 são estes: fode-te Carlos. Isso e que se dediquem a melhorarem-se a vocês próprios apenas para mostrarem a vocês mesmos que conseguem ser melhores do que... foda-se, já me perdi no raciocínio.

Resumindo: sejam felizes a serem felizes. Ya, serve.

Obrigado a todos pelo fantástico ano que me proporcionaram.

Bom ano a todos. Boas entradas. Boas saídas.

FELIZ ANO NOVO!

P:S: Carlos, odeio-te

T-shirts

t shirts do ruim

T-shirts do Ruim na loja online do Cão Azul.

COMPRAR T-SHIRTS

O Livro do Ruim

livro do ruim

A compilação dos melhores textos da página e com prefácio do não tão conhecido Quimera.

COMPRAR O LIVRO

Quem?

ruim o rui conceicao

O auto-proclamado autor, guionista, blogger e comediante.