Não era bastante mais fácil ir jantar fora no Dia dos Namorados aos 16/17 anos do que agora? A diferença está na experiência acumulada e na expectativa criada. Tenho ideia que o primeiro jantar desse género que tive foi num restaurante chinês. E não se espera mais nada desse jantar senão o jantar em si. Só o facto de estares a jantar naquele dia com outra pessoa é uma experiência fantástica e dois crepes, um chop suey a meias e uma taça de arroz chau chau faziam a festa. Lembro-me de um casal trintão estar a jantar ao nosso lado e ter passado a refeição a rir da nossa inocência. Sim, olhem para nós que não sabemos nada da vida e vocês os dois com trinta e tal anos com a vida a correr-vos tão bem que estão a jantar num chinês no Dia dos Namorados #losers. É a "fase inocente".

Aos vinte e tais, só vamos jantar com um objectivo. Não vale a pena dizer qual o objectivo, apenas vale mencionar que toda a postura nesse jantar do nosso lado é fazer passar a impressão ao outro lado que a última coisa que estamos a pensar em fazer depois de sair dali é exactamente a única coisa em que estamos a pensar fazer o jantar todo. É a chamada "fase teatral". Estou a falar dos homens, elas sabem imediatamente depois do "boa noite" que ouvem se vão ou não deixar aquela pessoa entrar por ela a dentro.

Eis que chegam os trintas e por aí adiante com toda a sua sabedoria. Jantar fora? Claro que sim. Deixa-me ler o menu de jantar do Dia dos Namorados deste restaurante labrego a querer passar-me a perna. "Lombo de porco em cama de esparregado e batata ponte nova". Com que então foram ao talho comprar carne de porco, meteram em cima de esparregado e sabem cortar batatas de um certo tamanho (ficam já avisados dessa tanga do "ponte nova"). Preço: 35€ por cabeça. Que tal se pegarmos neste dinheiro, comprarmos marisco, comemos em casa, vemos Netflix e temos sexo a pensar em outra pessoa? Esta é a "fase realista".

T-shirts

t shirts do ruim

T-shirts do Ruim na loja online do Cão Azul.

COMPRAR T-SHIRTS

O Livro do Ruim

livro do ruim

A compilação dos melhores textos da página e com prefácio do não tão conhecido Quimera.

COMPRAR O LIVRO

Quem?

ruim o rui conceicao

O auto-proclamado autor, guionista, blogger e comediante.