Perguntaram nenhuns de vocês. Ora, o segredo é ter rotinas para manter os níveis de sanidade mental ligeiramente acima da média de uma pessoa com 35 anos que fala sozinha. Dado não ser freelancer por gostar de ter dinheiro para comer e pagar as contas, trabalho para uma empresa que está - literalmente - espalhada pelos quatro cantos do nosso país, pois todos os meus colegas têm as mesmas condições. Mas já chega de falar nesses tansos para os quais eu tenho de ser simpático via Skype e vamos falar de quem mais interessa: eu. Como mencionei anteriormente, rotinas são essenciais. Tenho 8 horas de trabalho para cumprir, a diferença é que as posso alocar mediante a minha necessidade. O meu dia começa como o de muitos que me estão a ler neste momento, ou seja, a cagar. A diferença é que eu consigo cagar simultaneamente no trabalho e em casa (por falar nisso, tenho de mandar a boca ao colega que nunca substitui o rolo de papel quando acaba). Após uma salutar evacuação de ex-namorada pelo ass, vou preparar o meu humilde pequeno-almoço constituído por torradas, ovos mexidos, sumo de laranja, fruta e café. Nem sempre tenho tempo para isto - como é óbvio - e às vezes abdico da fruta. Este pequeno-almoço é tomado a ver as notícias e a pôr likes nos vossos comentários sem os ler. As primeiras duas horas da manhã são dedicadas ao serviço, apenas interrompidas pelo intervalo da p#nheta. Não façam cara feia, todos o fariam se pudessem.

 

Ora, email enviado. Só terminar este Excel... e... menino para fora.

Há qualquer coisa de fantástico em fazer intervalos no trabalho para espancar o macaco. Às vezes o meu chefe não respeita isto e interrompe-me os intervalos numa clara falta de respeito pelo meu espaço pessoal.

fap fap fap

Isso mesmo, sua badalhoca. Gostas mesmo de...

som do Skype

Já enviaste o email ao cliente?

ESTOU QUASE... QUASE...

Então envia lá isso que o cliente tem urgência!

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!

Uau. Gostas mesmo de enviar emails!

Na minha hora de almoço, ninguém fala de trabalho. É um mimo. Não há cá colegas chatos com perguntas de merda enquanto debulhas uma bifalhada. O engraçadinho do meu escritório por acaso tem piada e até tem uma página no Facebook em que manda umas postas de pescada. Depois de almoço, intervalo para p#nheta. Não me critiquem, é o meu ritual.

fap fap fap

Ah, pareces mesmo ter 15 anos, sua grande p...

som do Skype

Pessoal, podemos reunir?

ESTOU QUASE...QUASE...

Quase a chegar?

A vir, f#da-se.

A vir de onde?

AHHHHHHHHHHHHHHHHHH!

Uau. Gostas mesmo de chegar!

No meu trabalho também discutimos e é exactamente o que estão a pensar: caps lock. Grandes pegas com o meu patrão:

Sinceramente, achas que consegues melhorar este artigo?

F#DA-SE. Sempre ao mesmo! Farto disto.

É preciso eu ligar o caps lock?

Tu não te atrevas a ligar o caps lock...

Eu vou ligar o caps lock, c#ralho!

TU NÃO ÉS HOMEM PARA LIGAR O CAPS LOCK!

CAPS LOCK LIGADO! EU LIGUEI O CAPS LOCK! ESTOU FARTO DESSA ATITUDE. NÃO PODEMOS FALAR COMO PESSOAS CIVILIZADAS?

fap fap fap

Hummm? Estás aí?

ESTOU QUASE... QUASE...

Quase aí? Onde?

AHHHHHHHHHHHHHHHHHH!

Uau. Gostas mesmo de ligar o caps lock!

Depois de um árduo dia de trabalho, sabe bem relaxar. Como não tenho colegas para ir beber uma mini ao café da zona, prefiro esgalhar o pessegueiro a sós no WC da empresa (com o Skype desligado) só para dar aquele toque especial. Obviamente que é uma brincadeira: eu como sempre fruta ao pequeno-almoço (uma maçã ou uma bananinha).

Tenham um bom dia de trabalho.

T-shirts

t shirts do ruim

T-shirts do Ruim na loja online do Cão Azul.

COMPRAR T-SHIRTS

O Livro do Ruim

livro do ruim

A compilação dos melhores textos da página e com prefácio do não tão conhecido Quimera.

COMPRAR O LIVRO

Quem?

ruim o rui conceicao

O auto-proclamado autor, guionista, blogger e comediante.